Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/78
Tipo: Dissertação
Title: Métodos de quantificação de espécies metálicas por espectrometria atômica e avaliação nutricional em tecidos de jambú (Acmella oleracea)
Autor(es): Becker, Magda Marcia
Primeiro Orientador: Mendes, Teresa Maria Fernandes de Freitas
Resumo: O jambú (Acmella oleracea), hortaliça empregada na culinária e na medicina popular no Norte do Brasil, tem sido objeto de pesquisas em diversas áreas revelando aplicações promissoras. Entretanto, são encontrados poucos registros relacionados à sua composição e valor nutricional inorgânico. Neste estudo, foram desenvolvidos dois métodos de tratamento de amostras, calcinação (CA) e digestão úmida (DU), para a quantificação de K, Na e Li por Fotometria de Chama e Ca, Cu, Fe, Mn, Ni e Zn por Espectrometria de Absorção Atômica por Chama, em amostras de folhas (Fo), flores (Fl) e folhas-flores (Fo-Fl) de jambú produzidas e comercializadas em Boa Vista/RR, considerando a complexidade das matrizes, a otimização instrumental para cada espécie estudada, a eficiência analítica e laboratorial por meio de experimentos de adição e recuperação de analitos e por comparação com Material de Referência (MR) de Braquiária brizantha e a essencialidade e/ou toxicidade das espécies sob estudo nos limites de tolerância fisiológicos. Os métodos CA e DU mostraram-se eficientes para todas as espécies metálicas nas amostras sob estudo, com desvios padrões relativos abaixo de 10 % para a maioria das espécies e recuperações na faixa de 90 a 110 %, exceto para o Li no método DU, em que necessita de otimizações. Os teores de Cu se mostram próximos e os de Ni abaixo dos seus respectivos limites de quantificação (LOQs), em ambos os métodos e para todas as amostras. Porém, o método DU exibe melhores LOQs para o Ca, Cu, Fe e Zn, enquanto o método CA para o K, Mn, Na e Ni e para o Li, os resultados são semelhantes. Os testes estatísticos, F e t emparelhado (95 % de confiança) aplicados aos resultados dos dois métodos mostram não existir diferenças significativas entre as suas precisões e concentrações em todas as espécies, bem como entre as amostras de Fo e Fo-Fl. As quantificações do MR com o uso dos métodos estabelecidos evidenciam o bom desempenho laboratorial e a aplicabilidade destes métodos em outras matrizes ambientais, exceto para o Fe no método CA para o qual são necessárias adequações. Além disso, os métodos são promissores para a determinação de outras espécies metálicas. De modo geral, o método CA apresenta em relação ao método DU, menores: número de reagentes, quantidades de resíduos, etapas de manipulação e riscos de contaminações da amostra. No entanto o método CA apresenta baixa velocidade de destruição da matéria orgânica e elevado consumo de energia elétrica. Logo, os métodos apresentam vantagens e desvantagens, um em relação ao outro, inerentes aos tratamentos aplicados. Quanto ao potencial nutricional do jambú, recomenda-se sua inserção na dieta humana, visto que a ingestão de 50 g em massa úmida desta hortaliça contribui com altos teores em Li e Mn, sendo as Fl fontes em Cu. Os resultados obtidos para as espécies metálicas, cinzas e umidade nas amostras estudadas se mostram próximos aos de alguns dados da literatura. Os resultados demonstram novas opções de métodos de tratamento de amostras para a quantificação de espécies metálicas em tecidos vegetais, bem como assinalam novas informações sobre alimentos consumidos nacionais que poderão ser úteis na complementação de bases de dados de composição mineral e na popularização do jambú como fonte nutricional.
Abstract: The jambu (Acmella oleracea), vegetable used in cooking and in popular medicine in northern Brazil, has been the subject of research in several areas showing promising applications. However, few records are found related to its inorganic composition and nutritional value. In this study, two methods were developed for treatment of samples, calcination (CA) and wet digestion (DU), for the quantification of K, Na and Li by Flame Photometry and Ca, Cu, Fe, Mn, Ni and Zn by Flame Atomic Absorption Spectrometry in leaf samples (Fo), flowers (Fl) and leaves-flowers (Fo-Fl) of jambu produced and marketed in Boa Vista/RR, considering the complexity of the matrices, the instrumental optimization for each species studied, the analytical and laboratory efficiency by analytes addition and recovery experiments and comparison with Brachiaria brizantha Reference Material (MR) and the importance and / or toxicity of the studied species in the limits of physiological tolerance. The CA and DU methods were efficient for all metallic species in the studied samples, with relative standard deviations below 10 % for most species and recoveries in the range of 90 to 110 %, except for the Li in DU method, that requires optimization. Cu contents are shown next and the Ni below their respective limits of quantitation (LOQs), in both methods and for all samples. However, the DU method showed improved LOQs for Ca, Cu, Fe and Zn, while the CA method for K, Mn, Na and Ni, and for the Li the results are similar. Statistical tests, F and paired t (95% confidence) applied to the results of both methods show that there aren’t significant differences between their accuracy and concentrations in all species, and between samples of Fo and Fo-Fl. The quantification of MR with the use of established methods show good performance laboratory methods and their applicability in other environmental matrices, except for Fe in the CA method that are necessary adjustments. Furthermore, methods are promising for the determination of other metallic species. In general, the CA method presents in compared to the DU method, lower: the number of reactants, amounts of waste, handling steps and the risk of contamination of the sample. However, the CA method presents a low rate of destruction of organic matter and high energy consumption. Therefore, the methods have advantages and disadvantages, one over the other, attached to the treatments. In relation of the jambu nutritional potential, it is recommended for insertion in the human diet, whereas the intake of 50 g wet weight of this vegetable contributes a high content of Li and Mn, and the Fl are a Cu sources. The results obtained for the metallic species, ash and moisture in the samples studied are shown next to some literature data. The results show new methods options for processing samples for quantification of metallic species in plant tissues, as well as new information on national food consumed could be useful in complementation databases mineral composition and jambu popularization with a source nutrition.
Keywords: Absorção atômica
Espectrometria
Jambú
Tecidos vegetais
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: CCT - Centro de Ciência e Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/78
Issue Date: 27-Apr-2012
Appears in Collections:PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.