Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/682
Tipo: Dissertação
Title: Compartimentação da paisagem da bacia hidrográfica do Cauamé-RR : uma análise da fragilidade a erosão do solo
Other Titles: Compartmentalization of the landscape of the Cauamé river basin-RR : an analysis of fragility to soil erosion
Autor(es): Strücker, Débora
Primeiro Orientador: Beserra Neta, Luiza Câmara
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Tavares Júnior, Stélio Soares
Resumo: A preocupação com o uso e a degradação do solo em uma bacia hidrográfica se deve pelos seus impactos diretos e indiretos sobre os recursos hídricos. A Bacia Hidrográfica do Cauamé apresenta-se como uma importante bacia hidrográfica do Estado de Roraima devido os seus usos múltiplos e contribuição para o abastecimento de água da cidade de Boa Vista. Assim, objetivou-se analisar o grau de proteção do solo da região da bacia hidrográfica do Cauamé a partir dos elementos formadores de paisagem (vegetação, solos, declividade, cobertura da terra e geomorfologia), tendo como finalidade a construção do mapa fragilidade á erosão do solo, que é uma ferramenta fundamental antes de qualquer estudo na bacia. Para realização desse estudo foram realizados trabalho de gabinete (levantamento bibliográfico e cartográfico) e de campo (visita para fotografar e checar as classes de cobertura da terra), que, analisados de forma integrada, resultaram no mapa de cobertura da terra. Visando alcançar os objetivos do trabalho foi adquirida uma imagem do sensor OLI, a bordo do satélite Landsat 8, de fevereiro de 2020, que serviu de referência para a classificação supervisionada por meio do classificador pixel a pixel de máxima verossimilhança (MAXVER). Na fase de treinamento, foram identificados na imagem os pixels correspondentes ás oito classes de cobertura do solo (área urbana, áreas úmidas, solo exposto, cultivo, lavrado, mata ciliar, floresta e corpos d’água) pretendidas. O mapa de cobertura da terra, juntamente com outros mapas temáticos elaborados (solos, geomorfologia, declividade e vegetação), passou pelo processo de análise AHP após ter sido transformado em mapa numérico (ponderação Fuzzy), gerando o mapa de fragilidade á erosão. O processamento dos dados foi realizado nos softwares Spring e ArcGis versão 10.5. Com o desenvolvimento do trabalho foi possível a elaboração do mapa da fragilidade á erosão do solo da Bacia Hidrográfica do Cauamé, dividido em cores, que demonstram as variações de fragilidade da mais baixa á mais alta. Concluiu-se que a área da Bacia Hidrográfica do Cauamé apresenta áreas de cultivo e uso do solo, porém em sua maior parte encontra-se ainda recoberta pela sua vegetação original. Também que as áreas mais frágeis á erosão são as áreas de APP, os relevos residuais, e áreas urbanas e de expansão devido os impactos antrópicos de retirada da cobertura vegetal.
Abstract: The concern with land use and degradation in a hydrographic basin is due to its direct and indirect impacts on water resources. The Cauamé Hydrographic Basin presents itself as an important hydrographic basin in the State of Roraima due to its multiple uses and contribution to the water supply of the city of Boa Vista. Thus, the objective was to analyze the degree of soil protection in the Cauamé hydrographic basin region from the elements that form the landscape (vegetation, soils, slope, land cover and geomorphology), with the purpose of building the fragility to erosion map from soil, which is a fundamental tool before any study in the basin. To carry out this study, office work (bibliographic and cartographic survey) and field work (visit to photograph and check land cover classes) were carried out, which, analyzed in an integrated way, resulted in the land cover map. In order to achieve the objectives of the work, an image of the OLI sensor was acquired, on board the Landsat 8 satellite, from February 2020, which served as a reference for the supervised classification using the maximum likelihood pixel to pixel classifier (MAXVER). In the training phase, the pixels corresponding to the eight classes of soil cover (urban area, humid areas, exposed soil, cultivation, plowing, riparian forest, forest and water bodies) were identified in the image. The land cover map, together with other elaborated thematic maps (soils, geomorphology, slope and vegetation), went through the AHP analysis process after being transformed into a numerical map (Fuzzy weighting), generating the erosion fragility map. Data processing was performed using Spring and ArcGis software version 10.5. With the development of the work it was possible to elaborate the map of the fragility to soil erosion of the Cauamé Basin, divided into colors, which demonstrate the fragility variations from the lowest to the highest. It was concluded that the Cauamé Basin area has areas for cultivation and land use, but for the most part it is still covered by its original vegetation. Also, the areas most fragile to erosion are the APP areas, the residual reliefs, and urban and expansion areas due to the anthropic impacts of the removal of the vegetation cover.
Keywords: Bacia hidrográfica
Paisagem
Fragilidade
Erosão
Hydrographic basin
Landscape
Fragility
Erosin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PRPPG - Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: PROFÁGUA - Programa de Mestrado Nacional Profissional em Gestão e Regulação em Recursos Hídricos
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/682
Issue Date: 2020
Appears in Collections:PROFÁGUA - Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.