Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/490
Tipo: Dissertação
Title: Habitação na Comunidade Indígena Darôra : mudanças no processo construtivo, formas de morar e uso dos recursos naturais
Other Titles: Housing in the Darôra Indigenous Commnuty : changes in the constructive process, ways of living and use of natural resource
Autor(es): Carvalho, Igor Arnóbio Pinheiro de
Primeiro Orientador: Bethonico, Maria Bárbara de Magalhães
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Adriano Frutuoso da
Resumo: As comunidades indígenas, como a comunidade Darôra (TISM), desenvolveram sistemas de conhecimentos, passados de geração em geração denominados etnoconhecimentos, que apresentam caráter geográfico e representam de maneira relevante sua relação sociedade-natureza. Seu espaço geográfico têm sofrido transformações de forma mais acentuada e em diversas escalas, a partir da chegada dos europeus ao continente americano, refletindo-se nos modos de produção das habitações da comunidade Darôra. Objetiva-se investigar as mudanças ocorridas no processo de construção das habitações e na utilização dos recursos naturais, bem como seu manejo e alterações na paisagem, as tipologias habitacionais resultantes e as razões para sua escolha. Considerou-se o espaço geográfico da comunidade indígena Darôra como universo amostral; como unidades amostrais, 50% das habitações localizadas no centro da comunidade. Acrescentou-se a habitação da senhora Rosinha, localizada fora do lócus, mas que se mudou recentemente de uma construção tradicional para uma construída de telhas cimentíceas e tijolo cerâmico. A pesquisa teve caráter exploratório. Utilizou-se o método de abordagem indutivo e caráter qualitativo; como método de procedimentos adotou-se pesquisa do tipo: (i) documental; (ii) bibliográfica; (iii) de campo. Como materiais foram utilizados gravador de áudio, máquina fotográfica, livros, artigos científicos, computador, mapas, imagens de satélite, GPS. Para historiar a comunidade Darôra e seu espaço geográfico complementou-se os procedimentos metodológicos por meio de pesquisa documental em processos jurídicos relacionados à homologação da TISM. Realizouse ainda entrevista semiestruturada com membros da comunidade (N=4). Para o mapeamento dos locais de extração dos recursos naturais utilizados na construção de habitações utilizou-se como método de procedimento, a pesquisa de campo por meio de: (i) observação participante; (ii) observação não-participante; (iii) entrevista semiestruturada com membros da comunidade (N=2). Para correlacionar as antigas e novas formas de edificação das habitações com relação a conforto, complementou-se os procedimentos metodológicos com pesquisa de campo por meio de: (i) observação participante; (ii) observação não-participante; (iii) entrevista semiestruturada. O público-alvo foi formado por moradores do centro da comunidade, a senhora Rosinha e outros moradores mais antigos, sendo agrupados de acordo com o recorte temporal (N=11 e N=13). Registros fotográficos do início do século XX já mostravam influência da sociedade envolvente nas habitações das comunidades indígenas, que se acentuam com os grandes projetos de infraestrutura nacional a partir da década de 1950. O sedentarismo atual da comunidade Darôra tem relação com a construção de habitações de caráter “mais durável” e adoção dos “novos” materiais. Observa-se insatisfação com estes materiais por sua incompatibilidade com o clima. A ajuda mútua e etnoconhecimentos a respeito da geomorfologia local ainda são utilizados nas construções. A escassez dos recursos naturais têm sido objeto de preocupação da comunidade Darôra; ilhas de mata, matas ciliares e igapós são locais de abundância dos mesmos e objetos de cuidado e manejo.
Abstract: Indigenous communities, such as the Darôra community (TISM), have developed knowledge systems, passed down from generation to generation called ethno-knowledge, which have a geographical character and represent in a relevant way their society-nature relationship. Its geographic space has undergone more accentuated transformations and at different scales, since the arrival of Europeans on the American continent, reflected in the production methods of the Darôra community's dwellings. The objective is to investigate the changes that have occurred in the housing construction process and in the use of natural resources, as well as their management and changes in the landscape, the resulting housing typologies and the reasons for their choice. The geographic space of the Darôra indigenous community was considered as a sample universe; as sample units, 50% of the dwellings located in the center of the community. The house of Senhora Rosinha was added, located outside the locus, but which recently moved from a traditional building to one built with cement tiles and ceramic bricks. The research had an exploratory character. The method of inductive approach and qualitative character was used; as a method of procedures, research was adopted as: (i) documentary; (ii) bibliographic; (iii) field. As materials were used audio recorder, camera, books, scientific articles, computer, maps, satellite images, GPS. In order to record the Darôra community and its geographic space, methodological procedures were complemented by means of documentary research in legal processes related to the approval of TISM. There was also a semi-structured interview with community members (N = 4). For the mapping of the natural resource extraction sites used in the construction of housing, the field research was used as a method of procedure through: (i) participant observation; (ii) non-participant observation; (iii) semi-structured interview with community members (N = 2). In order to correlate the old and new forms of building houses with respect to comfort, methodological procedures were complemented with field research through: (i) participant observation; (ii) non-participant observation; (iii) semi-structured interview. The target audience was formed by residents of the community center, Ms. Rosinha and other older residents, being grouped according to the time frame (N = 11 and N = 13). Photographic records from the beginning of the 20th century already showed the influence of the surrounding society on the housing of indigenous communities, which were accentuated by the large national infrastructure projects since the 1950s. The current sedentary lifestyle of the Darôra community is related to the construction of housing in “more durable” character and adoption of “new” materials. There is dissatisfaction with these materials due to their incompatibility with the climate. Mutual help and ethno-knowledge about local geomorphology are still used in buildings. The scarcity of natural resources has been an object of concern for the Darôra community; forest islands, riparian forests and igapós are places of abundance and objects of care and management.
Keywords: Habitação indígena
Recursos naturais
Comunidade Darôra
Amazônia
Terra Indígena São Marcos
Indigenous housing
Natural resources
Darora Commnunity
Amazon
São Marcos Indigenous Territory
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PRPPG - Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/490
Issue Date: 2020
Appears in Collections:PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons