Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/425
Tipo: Dissertação
Title: Levantamento de macroinvertebrados aquáticos e sua função no processamento de detritos foliares em igarapés de cabeceira na Serra Bonita, Cantá-RR
Other Titles: Aquatic macroinvertebrates and their function in the processing of bedside streams' leaf detritus in the Bonita Mountain, Cantá-RR
Autor(es): Feitoza, Lorrane Aesha Malta
Primeiro Orientador: Pacobahyba, Lucília Dias
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Kowalczuk, Vânia Graciele Lezan
Resumo: Estudos sobre a decomposição de detritos orgânicos em igarapés tropicais são escassos, além de esses ecossistemas estarem sob constante ameaça pela degradação da vegetação ripária, podendo ser perdida uma biodiversidade ainda não conhecida. Estudos sobre macroinvertebrados em Roraima são escassos, principalmente no que diz respeito à caracterização do habitat, relações biológicas e ecológicas das fases imaturas. O objetivo deste trabalho foi conhecer a fauna de macroinvertebrados aquáticos associados ao folhiço submerso em igarapés da Serra Bonita, Cantá – RR, visando compreender quais grupos participam do processamento da matéria orgânica alóctone. Foram selecionados três igarapés de uma mesma bacia hidrográfica, em cada um foi delimitado um ponto amostral. As amostragens foram realizadas entre junho e novembro de 2012. As folhas foram coletadas em baldes suspensos a 1m da coluna d’água. Após 30±2 dias, as folhas foram coletadas, pesadas e colocadas em pacotes de malha grossa (com cinco folhas ou aproximadamente 5g) e incubadas no igarapé por 30±2 dias. Após este período, os pacotes foram coletados e lavados sob peneira de malha de 250 μm, para retenção dos macroinvertebrados. Das folhas, foram cortados quatro discos de cada, um para calcular o peso seco livre de cinzas e os demais para outras análises microbiológicas. Tanto as folhas quanto os discos foram secos em estufa e pesadas para calcular a taxa de decomposição, baseada no modelo de exponencial negativo de decaimento (Wt = W0 – e -kt). Foram também analisados parâmetros abióticos da água, como temperatura, pH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, Nitrito, Nitrato, Amônia, Fósforo total e vazão. Foi aplicado o índice de similaridade para comparar os táxons nos diferentes pontos de amostragem. Para verificar a relação entre taxa de decomposição e número de fragmentadores e macroinvertebrados foi aplicada Regressão Linear Simples. Foram realizadas PCA e NMDS, cujos principais eixos foram correlacionados para analisar se a mudança das variáveis abióticas muda a composição da fauna de macroinvertebrados. Foram coletados 20.079 indivíduos distribuídos em 91 táxons, sendo Chironomidae o grupo mais abundante, seguido por Ceratopogonidae, Oligochaeta e Leptoceridae. O ponto dois apresentou maior riqueza e abundância, com 64 táxons e 43,55% do total de indivíduos coletados. No período seco, houve maior entrada de matéria orgânica, maiores concentrações de nutrientes na água, maiores taxas de decomposição e aumento no número de macroinvertebrados. A categoria trófica predominante foi predador, seguida por coletor e raspador. Ao relacionar os eixos da PCA com do NMDS, pode-se verificar que a comunidade de macroinvertebrados varia de acordo com as variáveis abióticas. Não houve relação significativa entre o número de fragmentadores e as taxas de decomposição; houve relação significativa entre o número da macroinvertebrados e a taxa de decomposição apenas no ponto três. Esses resultados podem ser explicados pelo abandono dos fragmentadores dos litterbags pela perda da qualidade das folhas após os 30±2 dias de incubação e pela capacidade maior de retenção do folhiço no ponto três. O estudo sobre a decomposição nesta região apresentam dados inéditos, incrementando o conhecimento a cerca deste processo tão importante nos ambientes tropicais.
Abstract: Studies of litter decomposition in tropical streams are scarce, and these ecosystems are under constant threat by the degradation of riparian vegetation, and may be lost in biodiversity not yet known. Studies about macroinvertebrates in Roraima are scarce, especially regarding the characterization of habitat, biological and ecological relationships of the immature stages. The aim of this study was to know the fauna of aquatic macroinvertebrates associated with submerged litter in streams of the Serra Bonita, Cantá - RR, to understand which groups participate in the allochthonous organic matter processing. It was selected three streams of the same river basin, in each one a sample point was delimited. Sampling was carried out between June and November 2012. The leaves were collected in buckets suspended at 1m from the bed of the stream. After 30 ± 2 days, the leaves were collected, weighed and placed in packages of coarse mesh (with about 5g or 5 leaves) and incubated at 30 ± 2 days on stream. After this time the packages were collected and washed under 250 μm mesh to retain the macroinvertebrates. Leaves were cut from 4 discs each, to calculate the ash-free dry weight, and the other for other analysis. Both the leaves as the discs were dried and weighed to calculate the decomposition rate based on the model of negative exponential decay (Wt = W0 - e-kt). Water abiotic parameters were also analyzed, such as temperature, pH, conductivity, dissolved oxygen, nitrite, nitrate, ammonia, total phosphorus and flow. We used the similarity index to compare the taxa in different sampling points. To verify the relationship between decomposition rate and number of macroinvertebrate and shredders, simple linear regression was applied. Were performed PCA and NMDS, whose major axes were correlated to examine whether the change of abiotic variables changes the composition of the macroinvertebrate community. We collected 20,079 individuals in 91 taxa, Chironomidae being the most abundant, followed by Ceratopogonidae, Oligochaeta and Leptoceridae. Point two showed higher richness and abundance, with 64 taxa and 43.55% of the total individuals. In the dry period, there was a greater input of organic matter, higher concentrations of nutrients in the water, higher rates of decomposition and increase the number of macroinvertebrates. Predator was the predominant trophic category, followed by collector and scraper. By relating the PCA axes with the NMDS, it can be seen that the macroinvertebrate community varies with the abiotic variables. There was no significant relationship between the number of shredders and decomposition rates; there significant relationship between the number of macroinvertebrates and the rate of decomposition only in point three. These results can be explained by the abandonment of the shredders of litterbags the loss of quality of the leaves after 30 ± 2 days of incubation and the highest capacity retention of leaf litter in point three. The study of litter decomposition in this region is an unpublished data, increasing the knowledge about this important process in tropical environments.
Keywords: Relações ecológicas
Fragmentadores
Decomposição
Ecological relationships
Shredders
Decomposition
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PRPPG - Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/425
Issue Date: 2013
Appears in Collections:PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons