Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/35
Tipo: Dissertação
Title: Geografia : espacialização e comercialização do fenômeno da morte no espaço urbano de Boa Vista-RR
Autor(es): Santos, Raiane Pereira dos
Primeiro Orientador: Veras, Antonio Tolrino de Rezende
Resumo: Dentro de um sistema capitalista a sociedade aprendeu transformar quase tudo em produtos ou mercadorias. Nesse contexto, o espaço torna-se mercadoria valiosa, visto que sua produção depende de ações especulatórias de diversos agentes, com interesses de ordem pública ou privada. Esses agentes produzem, se apropriam e consomem desse espaço que denominamos de urbano. Os empresários (um dos agentes promotores do espaço) exercem atividades produtivas que lhes atribui formas e, inclusos nesse processo de produção desenvolvem atividades rentáveis. Assim, transformaram a morte em produto, consolidando um comercio peculiar, agregando a sua representatividade simbólica um sentido econômico. Posto isto, a presente Dissertação consiste investigar a comercialização da morte no espaço urbano de Boa Vista/RR, considerando os agentes que fazem parte deste universo. Para constituir um arcabouço teórico, inicialmente, buscou-se compreender a finitude humana com base na percepção simbólica, ou seja, descrevendo o seu sentido para o homem do passado e do presente, para assim, fazer uma conexão de abordagens constitutivas. A priori, traçou-se um histórico da cultura ocidental diante da morte, considerando os seus diferentes sentidos desde a Idade Média chegando à contemporaneidade. A investigação se deu dentro do espaço urbano de Boa Vista no qual se considerou sua produção espacial. Foram mapeados agentes que lidam com a morte, tendo em vista a participação de cada um dentro do âmbito da pesquisa (evento social e/ou econômico)e também a questões estratégicas de localização destes, principalmente dos agentes que atenuam a venda de produtos e serviços. Outro momento de abordagem se refere a mostrar a relação socioeconômica proveniente da morte entre os participes e por fim, enfatizar o comércio consolidado pelo setor funerário. Para atingir ao proposto foram utilizados procedimentos metodológicos como pesquisa bibliográfica e trabalho de campo que incluíram a aplicação de questionários e entrevistas. Esta pesquisa revelou que a cidade, como um espaço que vem gradativamente se expandindo, tornou-se propicia para investimentos desse tipo de negócio e dentro deste âmbito as empresas funerárias ganham mais destaque. Porém, mesmo com muito pesar é a família que “alimenta” e “fortifica” todo esse comércio valorizando o sentido simbólico da morte.
Abstract: Within a capitalist system society has learned to turn almost everything into commodities or commodities. In this context, space becomes a valuable commodity, since its production depends on speculatory actions of several agents, with interests of public or private order. These agents produce, appropriate and consume this space that we call urban. Entrepreneurs (one of the promoters of space) carry out productive activities that give them forms and, included in this production process, carry out profitable activities. Thus, they transformed death into a product, consolidating a peculiar trade, adding to its symbolic representation an economic sense. Therefore, the present dissertation consists of investigating the commercialization of death in the urban space of Boa Vista / RR, considering the agents that are part of this universe. In order to constitute a theoretical framework, we initially sought to understand human finiteness based on symbolic perception,that is, describing its meaning for the man of the past and the present, in order to make a connection of constitutive approaches. A priori, a history of the western culture was traced before the death, considering its different senses from the middle Ages arriving at the contemporaneity. The investigation took place within the urban space of Boa Vista in which its spatial production was considered. Agents that deal with death have been mapped out, considering the participation of each one within the scope of the research (social and / or economic event), as well as strategic location issues, mainly of the agents that attenuate the sale of products and services. Another moment of approach is to show the socioeconomic relationship that comes from death among the participants and, finally, to emphasize the consolidated trade by the funeral industry. To reach the proposed methodological procedures were used as bibliographical research and field work that included the application of questionnaires and interviews. This research revealed that the city, as a space that has been gradually expanding, has become suitable for investments of this type of business and within this scope funeral companies gain more highlights. However, even with great regret is the family, which "feeds" and "fortifies" all this trade by valuing the symbolic meaning of death.
Keywords: Espaço urbano
Comércio
Morte
Funerárias
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PRPPG - Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: PPG-GEO - Programa de Pós-Graduação em Geografia
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/35
Issue Date: 17-May-2017
Appears in Collections:PPG-GEO - Programa de Pós-Graduação em Geografia



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.