Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/272
Tipo: Dissertação
Title: Produção de liteira fina em uma área de contato campinarana-floresta ombrófila na Amazônia Setentrional
Other Titles: Fine litter production in a capinarana-terra firme forest ecotone in Northern Amazon
Autor(es): Silva, Williamar Rodrigues
Primeiro Orientador: Castilho, Carolina Volkmer de
Resumo: A produção de liteira fina foi monitorada em 15 parcelas permanentes da grade do Programa de Pesquisas em Biodiversidade (PPBio) localizada no Parque Nacional do Viruá, Roraima. Foram instalados 5 coletores de 0, 25 m2 por parcela, monitorados em intervalos quinzenais de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013. Após a coleta, as amostras foram secas em estufa a 60o C até o peso constante, separadas e pesadas em diferentes frações: folhas, galhos menores do que 2 cm de diâmetro, flores, frutos/sementes e material não-identificado. O estudo investigou (i) a relação entre a produção mensal de liteira fina e a precipitação mensal e (ii) o efeito da variação espacial na textura e fertilidade do solo na produção de liteira fina. A produção total de liteira fina variou de 5, 86 t ha¯¹ ano¯¹ a 12, 10 t ha¯¹ ano¯¹ com média de 8, 83 t ha¯¹ ano¯¹. A fração foliar contribuiu com 66, 55% da produção total, seguida por galhos (21, 94%), frutos (6, 32%), flores (2, 96%) e material não identificado (2, 23%). A produção mensal de liteira fina não foi correlacionada com a precipitação mensal (rs = 0, 27; p = 0, 33). Somente a produção de frutos/sementes (rs= 0, 13; p = 0, 05) e galhos (rs= 0, 20; p < 0, 01) foi correlacionada com a precipitação. A variação espacial na produção de liteira fina não foi relacionada com a textura ou fertilidade do solo na Campinarana. Da mesma forma, não houve relação entre a produção de liteira fina e a textura do solo na Floresta ombrófila. Entretanto, houve uma relação positiva entre a produção e a fertilidade do solo na floresta (r² = 0, 39; p = 0, 05). A abertura do dossel afetou a produção de liteira fina, mas seu efeito foi dependente da fitofisionomia. Em áreas de floresta ombrófila, a produção não foi relacionada a abertura do dossel. Por outro lado, em áreas de campinarana, a produção da liteira fina foi diretamente relacionada a abertura do dossel (r² = 0, 93; p = 0, 01).
Abstract: Annual production of fine litter was measured between February 2012 and February 2013 in a campinarana-terra-firme forest ecotonein Viruá National Park, Roraima. This study investigated the relationship between the monthly production of fine litter and monthly precipitation, and evaluated the effect of spatial variation in texture and soil fertility in the production of fine litter. The production of fine litter was monitored in 15 1-hectare permanent plots located in the grid of Brazilian Biodiversity Research Program (PPBio). Five 0. 25m2 litter collectors were installed in each plot and were monitored bimonthly. After collection, samples were dried at 60o C for 48 hours, separated into different fractions (leaves, branches thinner than 2 cm in diameter, flowers, fruits/seeds and materials not identified) and weighed. The total production of fine litter ranged from 5, 86 t /ha/year to 12, 10 t/ ha/ year with an average of 8, 83 t/ ha/ year. There were no significant differences between the annual production of fine litter in areas of terra-firme forest and campinarana. Most of the litter was composed of leaves which represented 66, 55% of the total, followed by twigs (21, 94%), fruits (6, 32%), flowers (2, 96%) and unidentified materials (2, 23%). Monthly production of fine litter was not correlated with monthly rainfall (rs = 0, 27, p = 0, 33). Only the production of fruits / seeds (rs = 0, 13, p = 0, 05), and branches (rs = 0, 20, p <0, 01) was correlated with precipitation. The spatial variation in litter production was not related to texture or soil fertility in the campinarana. Likewise, there was no relationship between the production of fine litter and texture in the terra-firme forest. However, there was a relationship between production and soil fertility (r² = 0, 39; p = 0, 05). Canopy openness affected the production of fine litter, but its effect was dependent on the vegetation type. In areas of terra-firme forest, the production was not related to canopy openness. On the other hand, in the campinarana production was directly related to canopy openness (r² = 0, 93; p = 0, 01).
Keywords: Parque Nacional do Viruá
Roraima
Precipitação
Solo
Variação espacial
Precipitation
Soil
Spatial variation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PRPPG - Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais
Citation: SILVA, Williamar Rodrigues. Produção de liteira fina em uma área de contato campinarana-floresta ombrófila na Amazônia Setentrional. 2013. 43f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais, Universidade Federal de Roraima, Boa Vista, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/272
Issue Date: 2013
Appears in Collections:PRONAT - Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons