Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/247
Tipo: Dissertação
Title: Perfil químico, análise físico-química antioxidante de Capsicumchinense Jacq (solanaceae) cultivada na cidade de Boa Vista, Roraima
Autor(es): Marangon, Cristiane
Primeiro Orientador: Costa, Habdel Nasser Rocha da
Resumo: RESUMO RESUMO RESUMO As pimentas são amplamente consumidas no Estado de Roraima, tanto por comuni-dades indígenas, roraimenses e quanto pela população que migrou para o Estado. São muito utilizadas na culinária local, principalmente, por povos nativos da região, que preparam um conhecido caldo a base de pimenta, chamado “damorida”. Histori-camente os dados mais antigos do consumo de pimentas datam de aproximadamen-te 9 mil anos do ano presente, sendo resultado de explorações arqueológicas em Tehuacán, no México. A pesquisa na área das especiarias picantes como a pimenta vem crescendo e expandindo conforme a necessidade de se conhecer mais desse condimento. A sua aplicação na medicina está sendo cada vez mais estudada, e já é utilizada como ação analgésica, ajuda no combate ao câncer de próstata, poderoso antioxidante, entre outros. Visto que há uma grande carência de estudos com pimen-tas do gênero Capsicum no Estado onde há tanto consumo, esse trabalho avaliou a composição físico-química (pH, teor de cinzas, umidade, lipídios, proteína bruta e Vitamina C), atividade antioxidante e a caracterização do óleo fixo dos frutos da pi-menta Olho-de-peixe (Capsicum chinense Jacq), produzidas na Embrapa (Empresa Brasileira de pesquisa Agropecuária). As análises foram realizadas em laboratório especializado na mesma empresa, e, os seguintes resultados foram encontrados pH: 4,98 ± 0,01; cinzas: 1,15 ± 0,01%; umidade: 82,60 ± 0,03%; lipídios: 2,22 ± 0,20%; proteína bruta 1,50 ± 0,06% e vitamina C (ácido ascórbico): 31,66 mg/ 100g ± 4,40. Quanto à atividade antioxidante, pelo método DPPH, o óleo fixo da pimenta Olho de peixe apresentou atividade antioxidante, porém com um IC50 de 2861,2 μg/mL-1. Através da técnica espectrométrica de Infravermelho foi possível detectar os seguintes grupos funcionais: Estiramento C-H alifáticos em aproximadamente 2920 a 2938 cm-1, estiramento de C=O em amidas não substituídas em 1690 a 1640 cm-1, N-H com deformação angular em 1520 cm-1, CH2 característicos de ácidos graxos em 1438 cm-1 e uma banda em 1080 cm-1 que apresenta características de um éter. Foram detectados 19 constituintes químicos pelo método CG-EM, dentre os quais 2,3-butanodiol (37,13%), 2-heptenal (13,94%), Ácido palmítico (5,79%) e Capsaicina natural (13,10%) foram considerados os majoritários. A análise do óleo fixo por RMN 1H apresentou sinais de prótons que condizem com os óleos vegetais em geral, mostrando-se saturado em sua maior composição, e impróprio para consumo humano.
Abstract: Peppers are widely consumed in the state of Roraima, both by indigenous communi-ties, roraimenses and as the population migrated to the state. They are widely used in local cuisine, mainly by native peoples of the region, preparing a known broth pep-per base, called "damorida". Historically the oldest data peppers consumption date from about 9000 years this year and is a result of archaeological explorations in Te-huacan, Mexico. Research in the area of hot spices like pepper has been growing and expanding as the need to know more of this condiment. Its application in medi-cine is being increasingly studied, and is already used as analgesic, helps in the fight against prostate cancer, powerful antioxidant, among others. Since there is a great lack of studies with Capsicum peppers in the state where there is so much consump-tion, this study evaluated the physical and chemical composition (pH, ash content, humidity, fat, protein and vitamin C), antioxidant activity and It characterizes the fixed oil of pepper fruit-eye fish (Capsicum chinense Jacq), produced at Embrapa (Brazili-an Agricultural research). Analyses were performed in a specialized laboratory in the same company, and the following results were found pH: 4.98 ± 0.01; ash: 1.15 ± 0.01%; humidity: 82.6 ± 0.03%; lipid: 2.22 ± 0.20%; protein: 1.50 ± 0.06 % and vita-min C (ascorbic acid): 31.66 mg/ 100g ± 4.40. As for the antioxidant activity by the DPPH method, the fixed oil pepper Fisheye presented antioxidant activity, but with an IC50 of 2861.2 μg/ml-1. Through infrared spectrometric technique it was possible to detect the following functional groups: Aliphatic C-H stretch at approximately 2920 the 2938 cm-1, stretch C=O 1690 at 1640 cm-1 unsubstituted amides, N-H angular deformation in 1520 cm-1, characteristic CH2 fatty acids in 1438 cm-1 and a band at 1080 cm-1 which shows characteristics of an ether. A total of 19 chemical constitu-ents were detected by GC-MS method, among which 2,3-butanediol (37.13%), 2-heptenal (13.94%), palmitic acid (5.79%) and natural Capsaicin (13.10%) were the majority. The analysis of the fixed oil by 1H NMR showed signs of protons consistent with vegetable oils in general, showing saturated in its higher composition, and unfit for human consumption.
Keywords: Caracterização físico-químico
Olho-de- peixe
Óleo fixo
Pimenta
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química
metadata.dc.publisher.program: PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/247
Issue Date: 2016
Appears in Collections:PPGQ - Programa de Pós-Graduação em Química



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons