Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/160
Tipo: Tese
Title: Comportamento hidrológico em bacia hidrográfica da savana amazônica e cenários de usos do solo
Autor(es): Nobrega, Silvestre Lopes da
Primeiro Orientador: Araújo, Wellington Farias
Resumo: O bioma Amazônia tem a maior rede hidrográfica do planeta, é responsável por 73,6% dos recursos hídricos do Brasil, apresenta fisionomia vegetal predominante de floresta e várzeas inundadas, e parte de savana na região norte da Amazônia, com destaque para a porção nordeste do estado de Roraima, estendendo-se no escudo das Guianas e da Gran Sabana Venezuelana. A característica de paisagem da savana é complexa para o estudo da dinâmica hídrica, devido às incertezas na qualificação deste recurso natural e de metodologias, ainda em aperfeiçoamento, para modelar o comportamento hidrológico dos mananciais frente à hidrodinâmica e interação com as planícies inundáveis, lagos isolados, bem como as mudanças no uso e ocupação da terra nesta região de savana. O Objetivo do trabalho foi avaliar o comportamento hidrológico em bacia hidrográfica de savana na Amazônia, frente às características geomorfológicas, condições atuais de clima e previsão de cenários futuros de uso e ocupação do solo, com a manutenção das condições climáticas. A bacia do rio Surumu é ocupada por 77,7% de vegetação de savana, 21,5% de floresta, 1% de uso agrícola e 0,2% de superfície coberta por água, distribuídos em 71,4% de modelados de dissecação, 20,7% em aplanamento e 7,7% em acumulação, e ocupa uma área de 12.664,14 km2. O MGB-IPH foi o modelo hidrológico escolhido para simulações hidrológicas, com metodologia de discretização em unidades de respostas hidrológicas (URHs) composta por modelados geomorfológicos e do uso e ocupação da terra, proporcionou maior aproximação dos parâmetros do modelo de grandes bacias (MGB-IPH) aos conceitos e características físicas, pela interação ao conceito de paisagem, pois os ambientes geomorfológicos influenciam na fitofisionomia das savanas e florestas. O modelo MGB-IPH respondeu bem as melhorias na definição dos valores dos parâmetros da calibração ligados as URHs definidas no trabalho, mas observa-se a necessidade de melhor espacialização dos parâmetros característicos da vegetação nas sub-bacias calibradas. A vegetação de savana apresenta papel importante na produção de água e manutenção de vazões mínimas de referência. Os cenários de substituição de 20% e 50% da área de vegetação de savana por uso agrícola em modelados de aplanamento e acumulação, reflete um acréscimo pouco significativo de vazões mínimas, média e máximas simuladas na maioria dos principais afluentes na bacia do rio Surumu.
Abstract: Amazon biome constitutes the biggest drainage network of the planet, with a vegetal physiognomy characterized for the predominance of forest and floodplains, it is responsible for 73,6% Brazilian water resources, and part of savanna located in the north region of Amazon and to the north and northeast of the state of Roraima, extending into the Guiana Shield and Gran Sabana. The savanna landscape has a complex characteristic for the study of hydric dynamics, due to uncertainties in the qualification of this natural resource and methodologies that need improvement to modelling the hydrologic response of the water sources against hydrodynamics and interaction with floodplains, isolated lakes, as well as change in use and occupation land in this savanna region. The main objective of this study was to contribute to the knowledge of the hydrologic response in the borders of Surumu river basin in an area of 12.664,14 km², where 77,7% are savanna, 21,5% forest, 1% agricultural use and 0,2% surface area covered by water, distributed in 71,4% modeled of dissection, 20,7% planation and 7,7% accumulation. The hydrological simulation with a discretization method composed by forms of modelling and use and occupation of the land provided a parameter approach a large-scale hydrological model, applied to many South American basins (MGB-IPH), to the concepts and physical characteristics through the interaction with the landscape concept, since the savannas and forests show distinct phytophysiognomies depending on the geomorphological environment. Savanna vegetation plays an important role in producing water and keeping minimum reference flows. Scenarios of replacement of 20 and 50% in the area of savanna vegetation by agricultural use in planation and accumulation modelling cause a slight increase in minimum, medium and maximum simulated flows, in most of the main Surumu river basin tributaries.
Keywords: Savana amazônica
Modelo hidrodinâmico
Hidrogeomorfologia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Roraima
Sigla da Instituição: UFRR
metadata.dc.publisher.department: PPG-BIONORTE - Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte
metadata.dc.publisher.program: PPG-BIONORTE - Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/160
Issue Date: 2018
Appears in Collections:PPG-BIONORTE - Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.