Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/140
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Pimentel, Geyza Alves-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5558187999257480pt_BR
dc.creatorGomes, Elianete de Souza-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3069359277478307pt_BR
dc.date.accessioned2019-02-28T14:32:09Z-
dc.date.available2019-02-28T14:32:09Z-
dc.date.issued2018-04-11-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufrr.br:8080/jspui/handle/prefix/140-
dc.description.abstractThe theme of this dissertation is indigenous health and public policies related to this context. The understanding of these policies was fundamental to understand the context studied, which is the lack of preparedness of health professionals to deal with the differences between indigenous and non-indigenous peoples. Even though we know that there are national policies that seek to preserve indigenous culture, customs and practices, such as the language and ancestral practices and their particularities, we are faced with many prejudices and lack of knowledge of these policies for a more specific service than at least cultural impacts of indigenous peoples to encounter another culture totally different from those experienced in indigenous communities. In this way, this research analyzed the public policies around health actions directed at indigenous health in the State of Roraima, countering the practices of these public policies aimed at indigenous health in the hospital of the Child Santo Antonio, if they are observed or not. The universe of social relations between the health professionals and the indigenous people that are treated at the referred health unit was explored in order to expand the look to other differentiated and significant contexts, such as the implementation of the Health Policy of Indigenous Peoples and other health policies aimed at this population. The main objective of the research was to analyze the lack of preparation of health professionals to perform a differentiated care for the indigenous people, based on public policies directed to the indigenous people and totally unknown by a large part of these health professionals, the lack of preparation of these in understanding principles and guidelines provided by the Unified Health System and the Subsystem of Attention to Indigenous Health is one of the main points that we analyze in the interviews and questionnaires carried out in this research. We seek answers to the understanding of this theme. Studies of this dimension have become essential for the deeper compression of the relationships between distinct cultures, especially in the context of care in health units, in regard to performing a differentiated care for the indigenous. The result of the research points to a need for health policies aimed at the professionals that serve the indigenous people in health units, so that we get closer to a more humanized and adequate care that meets the needs of the Indians that come from the communities and less prejudiced in the sense of knowing the least about the patient they are in their care.pt_BR
dc.description.resumoO tema desta dissertação é a saúde indígena e as políticas públicas relacionadas à esse contexto. A compreensão de tais políticas foi fundamental para entendermos o contexto estudado, que é a falta de preparo dos profissionais da saúde em lidar com as diferenças entre os povos indígenas e não indígenas. Mesmo sabendo que existem políticas nacionais que buscam preservar a cultura, os costumes e as práticas tradicionais dos indígenas, como a língua e práticas ancestrais e suas particularidades, nos deparamos com muitos preconceitos e falta de conhecimento dessas políticas para um atendimento mais especifico que pelo menos amenize os impactos culturais dos indígenas a se depararem com outra cultura totalmente distinta das vividas em comunidades indígenas. Nesta maneira, esta pesquisa analisou as políticas públicas em torno das ações da saúde voltadas a saúde indígena no Estado de Roraima, fazendo um contraponto com as algumas práticas dessas políticas públicas voltadas para a saúde indígena no hospital da Criança Santo Antônio, se elas são observadas ou não. Explorou-se o universo das relações sociais entre os profissionais da saúde e os indígenas que são atendidos na unidade de saúde referida, com o intuito de expandir o olhar a outros contextos diferenciados e significativos, como a da implantação da Política de Saúde dos Povos Indígenas e outras políticas de saúde voltadas a essa população. O objetivo central da pesquisa foi o de analisar a falta de preparo dos profissionais da saúde em realizar um atendimento diferenciado aos indígenas, baseado em políticas públicas voltadas aos indígenas e totalmente desconhecido por grande parte destes profissionais de saúde, a falta de preparo desses em entender princípios e diretrizes previstas pelo Sistema Único de Saúde e pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena é um dos pontos principais que analisamos nas entrevistas e questionários realizados nesta pesquisa. Buscamos respostas para a compreensão deste tema. Estudos dessa dimensão se tornam essenciais para a compressão mais profunda das relações entre culturas distintas, em especial, no contexto do atendimento em unidades de saúde, no que diz respeito a realizar um atendimento diferenciado aos indígenas. O resultado da pesquisa aponta para uma necessidade de políticas de saúde voltadas ao profissional que atendem aos indígenas em unidades de saúde, para assim chegarmos mais próximos de um atendimento mais humanizado e adequado que atenda às necessidades dos índios que vem das comunidades e menos preconceituoso no sentido de saber o mínimo sobre o paciente que estão aos seus cuidados.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Lauro Sousa (repositorio@ufrr.br) on 2019-02-28T14:32:09Z No. of bitstreams: 1 Políticas públicas e a saúde indígena o atendimento das crianças indígenas no Hospital da Criança Santo Antônio.pdf: 2116769 bytes, checksum: 686eb1b07d39763f58ab9f9bc3e310a1 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-02-28T14:32:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Políticas públicas e a saúde indígena o atendimento das crianças indígenas no Hospital da Criança Santo Antônio.pdf: 2116769 bytes, checksum: 686eb1b07d39763f58ab9f9bc3e310a1 (MD5) Previous issue date: 2018-04-11en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Roraimapt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPPG-DRA - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Amazôniapt_BR
dc.publisher.programPPG-DRA - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Amazôniapt_BR
dc.publisher.initialsUFRRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSaúde indígenapt_BR
dc.subjectPolíticas públicaspt_BR
dc.subjectSaúde coletivapt_BR
dc.subjectRoraimapt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIALpt_BR
dc.titlePolíticas públicas e a saúde indígena: o atendimento das crianças indígenas no Hospital da Criança Santo Antôniopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
Appears in Collections:PPG-DRA - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Amazônia



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.